A tilápia, espécie mais produzida pela piscicultura nacional – em 2018 superou o patamar de 400 mil toneladas –, tem objetivos ainda maiores. Apesar do expressivo volume e crescimento sucessivo de produção, a exportação ainda trilha caminho tortuoso. Pensando em reverter esse cenário, a Peixe BR (Associação Brasileira da Piscicultura) e a Embrapa Pesca e Aquicultura promoveram junto ao MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços) a implementação do regime aduaneiro de drawback para exportações de tilápia.

Drawback consiste em incentivo fiscal, com desoneração de tributos, à exportação ou aquisição no mercado de insumos a ser utilizados na produção de bens destinados à exportação. “O regime aduaneiro especial de drawback funciona como um incentivo às exportações, pois reduz os custos de produção de alimentos exportáveis, tornando-os mais competitivos no mercado internacional. A importância do benefício é tanta que, na média dos últimos quatro anos, correspondeu a 29% de todo o benefício fiscal concedido pelo governo federal”, informa Francisco Medeiros, presidente executivo da Peixe BR.

Medeiros afirma ainda que o drawback foi uma importante conquista para o ganho de competitividade da tilápia. “Nossa produção tem qualidade, utiliza rigoroso regime sanitário e já tem alto nível de produtividade, equiparando-se a qualquer outro país, inclusive os maiores produtores mundiais da espécie. O drawback é uma excelente oportunidade de impulsionar a exportação da tilápia e todos os seus subprodutos, reduzindo impostos federais e permitindo aquisição de insumos para os processos de produção, industrialização e comercialização”, diz o dirigente. 

O Drawback é dividido em três modalidades:

 Isenção: Consiste na isenção dos tributos incidentes na aquisição de mercadoria no mercado interno ou importação (de forma combinada ou não), em quantidade e qualidade equivalentes, destinada à reposição de estoques de outra importada anteriormente, com pagamento de tributos, e utilizada na industrialização de produto exportado. As desonerações são: isenção do Imposto de Importação (II) e redução a zero do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS).

Suspensão: Esta modalidade consiste na suspensão dos tributos incidentes na importação ou compra no mercado interno de mercadoria a ser utilizada na industrialização de produto que deve ser exportado. Os tributos suspensos são o II, IPI, PIS, COFINS e Adicional de Frete para Renovação da Marinha Mercante (AFRMM). Também ocorre a desoneração do ICMS incidente na importação das mercadorias ou insumos utilizados.

Restituição: Restitui tributos pagos na importação de insumo importado utilizado em produto exportado. Essa modalidade de drawback praticamente não é mais utilizada.

Para mais informações sobre o Drawback, acesse: goo.gl/8zaA8t.

Os touros Montana com CEIP já foram marcados e estão com exame andrológico positivo para início das vendas em todos os criadores. São cerca de 1.000 touros jovens à disposição. Saiba mais em https://t.co/7v9iCqm26q

#textorural #programamontana #montana

Mais de 150 animais Nelore serão colocados à venda nos dias 24, 25 e 26 de maio, no Rima Weekend, evento promovido pela Rima Agropecuária, na Fazenda Santa Maria (Entre Rios de Minas, MG). O remate terá transmissão ao vivo pelo Canal Rural. #rimaagropecuaria #rimaweekend #nelore

Belgo Bekaert Arames pra quem sabe das coisas! ... See MoreSee Less

A ACNB - Nelore do Brasil, Associação dos Criadores de Nelore de Rondônia (ACNR), Friboi e Grupo Matsuda Sementes e Nutrição Animal anunciam os vencedores da 7ª etapa do Circuito Nelore de Qualidade, ocorrida em 13 e 14 de junho, na unidade da Friboi de Porto Velho (RO). Ao todo, 472 animais participaram dos abates. Confira em www.textorural.com.br
.
.
#textorural #acnbnelore #nelore #acnr #friboi #circuitoneloredequalidade
... See MoreSee Less


TextoRural é a plataforma digital da Texto Comunicação Corporativa
para os seus clientes de agronegócio e da cadeia da produção de alimentos.

+55 11 3039-4100

imprensa@textoassessoria.com.br

Share This