Os ovos brancos líderes em qualidade no Espírito Santo são de Halecson Stinguel e Flotério Foesch, de acordo com os resultados do 5º Concurso de Qualidade de Ovos Capixaba, iniciativa da Associação dos Avicultores do Estado do Espírito Santo (AVES) e da Cooperativa Agropecuária Centro Serrana (Coopeavi). A Granja BL, de Halecson, foi a 1ª colocada em ovos brancos e 3ª em ovos vermelhos e a Granja Foesch, de Flotério, foi a 2ª colocada em ovos brancos. Ambos os produtores estão autorizados a incluir essa informação nas embalagens de ovos.

O concurso da AVES e Coopeavi compreende três etapas. A primeira envolve análise dos ovos em máquina digital, que seleciona as amostras para as demais fases. Na sequência, há prova de avaliação visual da qualidade externa dos ovos e, finalmente, avaliação visual da qualidade interna dos ovos.

“É minha terceira participação no concurso. Estive perto da 1ª colocação nas outras vezes e agora chega o esperado título. Esse resultado fortalece a marca BL e comprova que estamos muito bem em termos de genética, nutrição, sanidade e manejo. Todos os segmentos trabalham em conjunto para o resultado da granja como um todo”, diz Halecson Stinguel, sócio da Granjas BL.

Halecson comanda com a prima Tatiane Buss um negócio de família, iniciado com o tio Evandro Buss. Em Santa Maria do Jetibá, a BL conta com 1,9 milhão de aves poedeiras. No novo projeto em Cristalina (GO) são mais 400 mil aves – mas o objetivo final é ter 1,5 milhão de aves.

“Uma característica do nosso empreendimento é a confiança nas pessoas, incluindo minha família e a do meu tio. Da mesma forma, tenho parceiros de longa data, como a MCassab em nutrição e a AvePig em assistência técnica”, destaca Halecson.

Segunda colocada em ovos brancos, a Foesch é uma das granjas mais tradicionais do Espírito Santo, com início das atividades na década de 1970. O produtor Flotério Foesch trabalha com os filhos. As 1.000 aves de postura da primeira fase são agora 100 mil. No total, são 1,3 mil de caixas por semana.

“Foi nossa primeira participação no concurso. Ficamos muito satisfeitos com o resultado porque ele confirma o foco na qualidade dos ovos que sempre tivemos”, explica o responsável administrativo Valdir Baebler. “Nossa prioridade é ter uma marca forte e reconhecida pelos consumidores por sua qualidade”, acrescenta o gerente operacional Denerson Tesch, reforçando que a nutrição tem importante papel nesse resultado. “Temos o suporte da MCassab há bastante tempo. Indiscutivelmente, este é um pilar essencial do projeto, que contribui para a qualidade dos ovos”, diz Tesch.

“Assim como em todo o país, nossa empresa está presente no Espírito Santo há décadas, sendo parceira de muitos produtores de ovos do estado que confiam em nosso pacote nutricional para proporcionar alta produtividade. Colocamos à disposição dos clientes uma completa linha de premixes, além de formulação de ração customizada, que atende às necessidades específicas de cada granja. Esse trabalho inclui visitas periódicas da equipe para avaliar os resultados de perto, além de contar com o parceiro técnico-comercial AvePig, importante nesse processo”, assinala o responsável comercial regional da MCassab, Daniel Bellintani.

Especificamente em relação à avicultura de postura, a MCassab realiza o projeto MEGG, que inclui serviços técnicos, como análise de ingredientes e de ração pronta, além de avaliação de qualidade interna e externa de ovos, entre outros tópicos. “Temos atenção especial aos pontos críticos de cada projeto e oferecemos uma completa assessoria nutricional, pois o objetivo é contribuir para o melhor resultado econômico dos parceiros”, acrescenta o consultor técnico-comercial Vinícius Oliveira, destacando que esses serviços são oferecidos a diversos produtores, como a Granjas BL.

Belgo Bekaert, em parceria com o Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (CETAS), realiza ação de contenção e proteção de animais em Brasília

Confira a notícia: https://textorural.com.br/belgo-bekaert-em-parceria-com-o-centro-de-triagem-e-reabilitacao-de-animais-silvestres-cetas-realiza-acao-de-contencao-e-protecao-de-animais-em-brasilia/

Verminoses podem representar um prejuízo econômico de US$ 1,8 bilhão na produtividade das vacas de leite

Confira a notícia: https://textorural.com.br/verminoses-podem-representar-um-prejuizo-economico-de-us-18-bilhao-na-produtividade-das-vacas-de-leite/

[custom-facebook-feed]


TextoRural é a plataforma digital da Texto Comunicação Corporativa
para os seus clientes de agronegócio e da cadeia da produção de alimentos.

+55 11 3039-4100

imprensa@textoassessoria.com.br

Share This