Na última década, o Brasil passou a ter a segunda maior população de cães e gatos do mundo (mais de 75 milhões), o plantel nacional atingiu 6 milhões de equinos, 215 milhões de bovinos e 40 milhões de suínos. No período, a Vetoquinol Saúde Animal chegou e se estabeleceu no país com uma trajetória de sucesso. A primeira década da companhia de origem francesa no Brasil soma conquistas, crescentes resultados e desenvolvimento e comercialização de soluções inovadoras para bovinos, suínos, equinos, cães e gatos.

“Para a Vetoquinol, o crescimento da população animal não representa apenas números. São vidas. E é exatamente para a manutenção da vida animal que aprimoramos nossas soluções na última década e estamos preparados para enfrentar um futuro desafiador e, ao mesmo tempo, promissor em termos de animais de companhia e produção de alimentos de origem animal”, destaca Jorge Espanha, diretor-presidente no Brasil da empresa, que tem presença global e é uma das 10 maiores do mundo.

A Vetoquinol registra ótimos resultados nos seus 10 anos de Brasil, com crescimento acima da média do mercado e faturamento superior a R$ 110 milhões (dados de 2020). A empresa também fez investimentos importantes, como a aquisição da Clarion Biociências, em 2019, especializada em grandes animais e com excelente portfólio no segmento de parasiticidas, especialmente para a proteção dos bovinos contra parasitas.

Além dos números, muitas conquistas. É o caso do prêmio Top Brands Quality, com reconhecimento ao melhor portfólio de produtos para animais de produção em 2 anos consecutivos. Outra conquista é o selo GPTW (Great Place To Work), tornando-se uma das melhores empresas para trabalhar no Brasil. Fora do país, a Vetoquinol foi reconhecida como a melhor em sustentabilidade na União Europeia.

A Vetoquinol também se destaca pela diversidade: 42% da equipe são compostos por mulheres. “Essa equipe qualificada e dedicada impulsiona nosso crescimento. Estamos empenhados em investir cada vez mais não apenas em novas tecnologias e serviços, mas também em talentos que fazem a diferença”, comenta Jorge Espanha.

Equipe que faz a diferença – A força da equipe é, efetivamente, um diferencial da Vetoquinol. O reconhecimento das pessoas se reflete, por exemplo, no relato de colaboradores como Adriano Santos, coordenador contábil, que está na empresa desde o início das operações no Brasil. “Um dos principais valores da Vetoquinol é o respeito ao colaborador. Aqui, quem ousa tem oportunidades.”

Aliny Dutra, analista de qualidade planning, com mais de 6 anos de empresa, destaca a responsabilidade da Vetoquinol com o produto entregue aos clientes e a transparência dos dados. “As informações circulam livremente entre todos os colaboradores, sejam da linha de frente do campo ou para nós, que estamos na fábrica. Temos o compromisso de levar produtos de qualidade para os clientes da forma mais transparente possível. A qualidade está presente em todos os momentos da empresa.”

Leandro Sousa, do controle de qualidade, que está na casa há 4 anos, destaca como diferencial o desenvolvimento da equipe. “Valorizo muito o plano de desenvolvimento pessoal. A Vetoquinol se preocupa com o crescimento do profissional em si e com as pessoas que estão trabalhando na empresa”, relata Sousa. “Me marcou muito um fato, ocorrido alguns anos atrás, antes da pandemia, quando a empresa abriu as portas para os familiares visitarem e conhecerem de perto o que estamos fazendo na empresa, demonstrando a importância do nosso trabalho para nossas famílias.”

O executivo Jorge Espanha salienta que “a Vetoquinol e seus colaboradores estão juntos para chegar mais longe com seus produtos, serviços e relacionamento, em benefício da saúde e da vida animal”.

Belgo Bekaert, em parceria com o Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (CETAS), realiza ação de contenção e proteção de animais em Brasília

Confira a notícia: https://textorural.com.br/belgo-bekaert-em-parceria-com-o-centro-de-triagem-e-reabilitacao-de-animais-silvestres-cetas-realiza-acao-de-contencao-e-protecao-de-animais-em-brasilia/

Verminoses podem representar um prejuízo econômico de US$ 1,8 bilhão na produtividade das vacas de leite

Confira a notícia: https://textorural.com.br/verminoses-podem-representar-um-prejuizo-economico-de-us-18-bilhao-na-produtividade-das-vacas-de-leite/

[custom-facebook-feed]


TextoRural é a plataforma digital da Texto Comunicação Corporativa
para os seus clientes de agronegócio e da cadeia da produção de alimentos.

+55 11 3039-4100

imprensa@textoassessoria.com.br

Share This